Total de visualizações de página

sábado, 27 de novembro de 2010

Nossa História!

Nossa história começou rodeada de impossibilidades e questões um tanto quanto desagradáveis, mas não vou entrar neste mérito, nossos amigos sabem do que estou falando. Nos conhecemos em agosto de 2006 pela internet, no MSN, fomos apresentados por uma amiga em comum e mesmo tendo o contato um do outro, e por várias vezes nos encontrando online no mesmo horário, passamos cerca de três meses sem sequer cumprimentar-nos, uma história que começou despretensiosamente. Passado esses meses, começamos a conversar como amigos, ele desabafava de lá, eu de cá e devagarzinho construímos uma relação bacana de amizade, sem nunca termos nos encontrado pessoalmente (e eu que criticava tanta gente que conhecia namorado pela net, são as voltas que a vida dá). Nossas conversas se tornaram freqüentes, na época eu (Marília), entrava no estágio às 7 da manhã, e por isso tinha que me acordar 5:30, mas as minhas noites de sono se tronavam cada vez menores, começávamos a conversar por volta das 10 da noite e só nos despedíamos em média 3 da madrugada, isso mesmo, eu acabava dormindo apenas 2 horas e meia (risos), acho que é por isso que tenho tanto sono hoje, tá explicado mãe! (risos). Em meados do mês de dezembro, na verdade quase no fim, daquele mesmo ano, Dawitt resolveu pegar meu número de telefone e quase 11 da noite me ligou e disse: “Me dá seu endereço que eu estou indo aí”, e eu atônita disse: “Tá bom”, passei o endereço e corri pra tomar banho e mudar de roupa (eu já estava de pijamas). Só um detalhe importante, antes do episódio citado a cima, Dawitt já tinha me mandado um email falando o que sentia e mesmo muito preocupada com as impossibilidades que nos rodeavam, eu também respondi o email falando dos medos, mas também do sentimento bom que ali nascia. Voltando, ele chegou lá em casa, desceu do carro e com os braços abertos (não para me abraçar) falou: “Olha aqui o que você queria ver”. Naquela noite conversamos bastante (para os saidinhos, só conversamos mesmo viu? Nada de beijinhos) (risos), até porque tínhamos um probleminha para resolver. “Foi assim como ver o mar a primeira vez que meus olhos se viram no seu olhar, não tive a intenção de me apaixonar mera distração e já era o momento de se gostar”, apesar de clichê, acho que Ronaldo Bastos e Flávio Venturini, estavam pensando em nós quando escreveram esse trecho da música. E foi +ou- assim que tudo começou. No dia 28 de dezembro de 2006 fui pedida em namoro da maneira mais linda do mundo, de joelhos no meio da praça de alimentação do shopping Jardins (risos), quase morri de vergonha, mas, foi lindo. Dali em diante tudo aconteceu muito rápido, nossa sintonia foi muito grande, apesar das inúmeras diferenças, ele tímido, eu uma palhaça, ele centrado e eu apressada (risos). Acho que no primeiro mês de namoro já queríamos casar, porém nos acalmamos, pois sabíamos que não é assim que a banda toca. Então, em julho do presente ano (2010), resolvemos marcar a data do casamento, dia 26 de novembro de 2011, daqui a um ano (Iupiiii). Data especial, porque é um dia depois do níver da minha mãe, homenagem a ela também.



Esse é um resumo, do resumo da nossa história, porque senão vocês iriam cansar (risos), e lembre-se que um blog se alimenta de comentários tá gente?! Beijos e até a próxima! Fotos do primeiro mês de namoro!

Um comentário:

Fadica Apaixonada!! disse...

Viva aos noivos....muitas felicidades Marilia! Na torcida....

Beijoss